Se sentiu enganado? Não esquenta!

Daqui a 30 dias nenhuma sentença poderá ser proferida, se não houver a implantação do Juiz de Garantia, sob o risco de nulidade.

Com isso muitos crimes deverão prescrever.

Some-se a Morosidade Natural do Judiciário.

Ou seja, na prática Mais Impunidade!

Para proteger o Zerinho na Rachadinha (leia-se financiamento político por milicianos), e que vai favorecer o Lula?

Parabéns!

Mito?

Mico!

CHORA BRASIL!

O BAJULADOR OFICIAL

Meninos vestem azul!

Meninas vestem LARANJA!

Se você acredita em Rigor Ético Contra a Corrupção, sinta-se a vontade!

Como se sente à vontade o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, em apenas descobrir a origem do petróleo que contamina as praias de 9 Estados do Nordeste.

Ou quando ele tenta culpar gestões passadas pelo desmantelamento do INCRA e ICMBio por sua incapacidade de impedir o avanço da mancha dessa mancha de petróleo.

Talvez o governo federal esteja tentando incutir que um canudo gigante saindo da Venezuela está bombeando petróleo para contaminar as nossas praias. Você pode acreditar nisso, sinta-se à vontade!

Estamos em outubro, e a mancha de petróleo foi detectada no final de agosto, mas nada foi feito pelo governo federal para conter o avanço no litoral nordestino.

Meninos vestem azul!

Meninos vestem LARANJA!

E o ministro do Meio Ambiente é eficiente…BAJULADOR do presidente!

Filtro ou Censura, o autoritarismo está aí!

Não consegue mais dissimular.

 

Resistiu o quanto pode, dizendo-se a favor da Democracia, mas desde o seu primeiro dia no governo deixou um Sinal claro que não foi levado a sério pelo restante da sociedade. Queria FILTRAR o ENEN. Leia-se CENSURAR.

 

Depois foi a vez do ataque escancarado contra ANCINE, novamente querendo colocar um Filtro. Leia-se novamente como CENSURA.

 

Num curto espaço de tempo voltou sua indignação contra o INPE. Não demorou, e exonerou o Diretor do Órgão por causa dos dados sobre o desmatamento. Agora fala novamente em FILTRAR esses dados antes de serem divulgados. Ou seja, leia-se mais uma vez como CENSURA.

 

Tenta silenciar a imprensa que o fiscaliza, e adora a imprensa “isenta” que o bajula.

 

Desrespeita o ser humano, diferentemente do Amar ao Próximo, de suas citações bíblicas, ou as invocações em nome de Deus!

 

Desrespeita a Constituição constantemente.

Tentou atropelar a decisão do Congresso Nacional reeditando Medida Provisória tentando transferir a demarcação de terras indígenas da FUNAI para o ministério da agricultura.

 

O ministro do STF, Celso de Mello, foi duro, foi contundente contra essa pretensão do presidente da República, mas talvez tenha sido tarde: “reconheço que o comportamento do Senhor Presidente da República, traduzido na reedição de medida provisória rejeitada pelo Congresso Nacional, no curso da mesma sessão legislativa revela clara e inaceitável transgressão à autoridade suprema da Constituição Federal e representa perigosa e inadmissível ofensa ao princípio fundamental da separação de poderes.

Mais adiante, no mesmo o mesmo ministro Celso de Mello em seu voto diz:

“Esse comportamento governamental faz instaurar, no plano do sistema político-institucional brasileiro, uma perigosa práxis descaracterizadora da natureza mesma do regime de governo consagrado na Constituição da República”.

 

A imprensa deu mais atenção ao fato de que o presidente disse ter ficado chateado com voto do ministro Celso de Mello, do que com o teor do voto proferido na ação Direta de Inconstitucionalidade.

 

Não consegue mais dissimular!

O autoritarismo está aí!

Sou leigo, e daí?

Sou leigo, e daí?

Acho que os médicos estão brigando com os sintomas.

Minha mãe está internada entre outros motivos por causa com uma insuficiência cardíaca.
O cérebro deprimido não permite a reação com os medicamentos.
Como quando ela raramente se alimentava nos últimos dias, o cérebro reage de forma contrária. Comia, e se fechava.

Mas qual médico vai acreditar em mim?

Eu sou leigo.

Os medicamentos aplicados para a elevação da pressão arterial devem estar fazendo o cérebro reagir no sentido contrário, de manter a pressão baixa, de fechar o corpo, de mantê-la desacordada.

 

Que médico de Emergência atuaria de outra forma?

Infelizmente, no caso da minha mãe, acredito que a luta dos médicos é tão somente contra os sintomas.

Não os condeno, nem posso. Sou leigo.

Mas fico pensando na limitação da aplicação do conhecimento, ou do preconceito, ou até mesmo da falta de conhecimento dos profissionais da saúde sobre Depressão.

Em tempo, os médicos da Emergência estão com a relação dos medicamentos que minha mãe estava tomando.

 

A outra hipótese é a incompatibilidade entre as medicações. A medicação contra a depressão pode ter como efeito colateral a queda da pressão arterial, pode levar o paciente à insuficiência cardíaca.

 

Mas eu sou leigo!

Imitar Trump pode custar caro!

Não há clima político para outro impeachment em um tão curto espaço de tempo.

 

Mas não custa lembrar que temos na Lei nº 1.079, de 10/04/1950, que define os crimes de responsabilidade Do Presidente da República e Ministros de Estado, e regula o respectivo processo de julgamento, em seu CAPÍTULO V, DOS CRIMES CONTRA A PROBIDADE NA ADMINISTRAÇÃO:

 

Art. 9º São crimes de responsabilidade contra a probidade na administração:

7 – proceder de modo incompatível com a dignidade, a honra e o decôro do cargo.

 

Ou seja, os absurdos e desatinos proferidos pelo Excelentíssimo Senhor Presidente da República têm limites legais

Checklist

O presidente Bolsonaro NÃO entende de:

– economia = OK

– psicologia = OK

– fisiologismo = OK

– ecologia = OK

– história = OK

– educação = OK

– civilidade = OK

– civilização = OK

– governo = OK

– Estado = OK

– República = OK

– Constituição = OK

Simplificando, O CARGO QUE OCUPA = OK

Não é paspalho! É insano!

O presidente Bolsonaro disse que “é uma grande mentira” que pessoas passem fome no Brasil.

Depois, voltou atrás, e disse que “algumas”.

Isso é insano!

Sabemos que, em muitos casos, crianças das periferias e algumas cidades pelo interior do país, vão à escola só por causa da merenda, para ter o que comer, a única refeição do dia!

Chega a ser doentio acreditar num sujeito desses!

Também temos um cenário de 13 milhões de desempregados, com cerca de 27 milhões de desalentados (que não procuram mais emprego), e não vamos encontrar pessoas passando fome? Falar sobre isso é populismo?

Os Lixões não foram erradicados, e ainda há pessoas vivendo das sobras que encontram nesses locais. Isso não é passar fome?