Verdão 1 x 1 Flamengo – 12a rodada Brasileiro 2018

Felipe Melo e Bruno Henrique podem voltar.

Diego não joga pelo Flamengo.

Como será que o Conselheiro do Verdão, que queria o Jailson fora do time por causa de sua mãe torcedoa do time do Parque São Jorge, tendo hoje um Pitbull declaradamente flamenguista em campo?

Aos 4, primeira chegada perigosa do Verdão, que rendeu escanteio. Na sequência Dudu cruzou, Bruno Henrique evitou a saída, e Willian marcou para o Verdão.

Aos 9, mais uma boa pontada com Dudu, e finalização do Willian.

Verdão bem, encontra espaços nos lados e no meio.

Sufocando o Flamengo!

Dudu aberto na esquerda e Hyoran pela direita têm espaços.

Flamengo subindo, mais com a bola e rondando a área do Verdão. Já faz tempo que não tem finalização do Verdão.

Moisés recebeu amarelo, e está fora do clássico contra o Santos após a Copa.

Não é impressão, a última finalização do Verdão foi aos 9 minutos. Marcos Rocha sozinho contra Vinícius Júnior. Por enquanto está dando para segurar as pontas.

Números do Verdão no 1o tempo:

47% de posse de bola

4 finalizações (2 certas, 2 erradas)

169 passes (150 certos, 19 errados) 89%

5 cruzamentos (2 certos, 3 errados)

17 desarmes (12 certos, 5 errados)

27 lançamentos (11 certos, 16 errados)

Verdão sem alterações para o 2o tempo.

Aos 4 minutos, contra-ataque do Verdão com Dudu, Moisés e Willian perdeu, chutou em cima do zagueiro.

Aos 6, mais uma chance perdida, Willian finalizou, e no rebote Dudu mandou para fora.

Aos 8, Diogo Alves evitou o gol do Verdão após cobrança de escanteio.

Aos 10, escanteio para o Flamengo que empatou a partida. Impressão de falta de ataque. Thiago Martins nem subiu em razão da carga do atacante do Flamengo, que se apoiou nos ombros do zagueiro.

Aos 12, quase o Flamengo virou.

Na sequência entrou Lucas Lima, saiu Hyoran.

Verdão voltando a atacar com algum perigo aos 25.

Aos 30, saiu Felipe Melo, entrou Artur. Quem disse que Roger Machado só faz substituição de 6 por Meia Dúzia?

Verdão acabado, mas segue lutando.

Aos 40, Willian chegou ao ataque, passou para Artur, que encontrou Bruno Henrique, que perdeu mais uma chance.

Entrou Papagaio, saiu Willian.

Aos 41, foi a vez do Lucas Lima perdeu mais uma.

Flamengo satisfeito com o resultado. Colocou terceiro volante.

Aos 45, falta de Cuellar em Dudu. E pintou briga no gramado. Demora na reunião do juiz com os auxiliares. Terminou com a expulsão de Dudu, Cuellar, Jailson, Dourado, Jonas e Luan.

Como o Verdão fez 3 substituições, Moisés vai para o gol.

A TV SÓ PASSOU O REPLAY APÓS OS CARTÕES!

E o juiz amarelou ao terminar o jogo logo após a sequência de ataque do Verdão

Números finais do Verdão:

48% de posse de bola

14 finalizações (5 certas, 9 erradas)

326 passes (289 certos, 37 errados) 89%

17 cruzamentos (7 certos, 10 errados)

28 desarmes (20 certos, 8 errados)

48 lançamentos (27 certos, 21 errados)

Anúncios

Verdão 2 x 2 Ceará – 11a rodada Brasileiro 2018

Verdão na hora da Confirmação?

Mais um jogo fora de casa.

Em 10 jogos o Ceará fez 4 gols, e sofreu 14, enquanto o Verdão marcou 15, e sofreu 8. Só Willian, artilheiro da competição, fez 6 gols.

O Ceará ainda não venceu, ocupa a lanterna com 4 pontos.

Historicamente o Verdão adora tropeçar numa situação dessas!

Felipe Melo e Bruno Henrique suspensos.

Moisés poupado.

Thiago Santos, Jean e Lucas Lima no meio.

Thiago Martins mantido na zaga. Antônio Carlos sentiu.

Nos movimentos iniciais deu para perceber a fragilidade do Ceará. Time inteiro na defesa, e uma pequena movimentação dos jogadores é capaz de abrir um rombo na defesa do Ceará.

E aos 5 minutos, escanteio para o Verdão, Dudu cobrou, e Thiago Santos, na linha da pequena área mandou de cabeça para abrir o placar.

Nem contra-ataque tem. Verdão tranquilo trabalha a bola procurando espaço.

Aos 22, Lucas Lima roubou a bola na defesa do Ceará, que acionou Hyoran na esquerda, e cruzou rasteiro para Dudu marcar o 2o gol do Verdão.

Aos 25, o Ceará voltou para o jogo. Cruzamento da intermediária, do lado esquerdo para a direita da defesa do Verdão, e o jogador adversário livre no 2o pau, quase dentro da pequena área marcou. Erro da defesa do Verdão. Marcos Rocha ficou MARCANDO o Edu Dracena.

Ceará mais ligado. Verdão largando a marcação, e querendo o intervalo.

O Ceará finalizou 10 vezes, o Verdão apenas 3. Dudu não volta mais para ajudar Victor Luís, e os volantes caem pelo setor no auxílio na marcação. Samuel Xavier percebeu isso, e tem feito inversões rápidas em cima do Marcos Rocha.

Números do Verdão do 1o tempo :

59% de posse de bola

3 finalizações (2 certas, 1 errada)

245 passes (227 certos, 18 errados) 93%

3 cruzamentos (1 certos, 2 errados)

7 desarmes (6 certos, 1 errado)

24 lançamentos (10 certos, 14 errados)

Verdão sem alterações.

Ceará começa explorando o cruzamento no 2o em cima do Marcos Rocha.

Aos 10, contra-ataque com Dudu, que ganhou a área, e errou o passe. Grande chance perdida.

Aos 15, após escanteio a bola voltou até o Marcos Rocha, que do meio de campo lançou Dracena, que dominou na esquerda, e acertou o travessão.

Jogo meio descontrolado. Verdão pode marcar, mas o Ceará tem espaços.

Aos 20, entrou Artur, saiu Dudu, que está pendurado com 2 amarelos. E já fazia tempo que não voltava para ajudar a defesa.

Entrou Moisés, saiu Lucas Lima, que fez partida razoável, e está pendurado com 2 amarelos.

Aos 32, Boa jogada de Willian pela esquerda, cruzou para Hyoran na direita sozinho na grande área, que isolou a bola.

Aos 40, entrou Mayke, saiu Hyoran.

E aos 42, cruzamento no meio da área, rebote para trás, e o atacante do Ceará se antecipou ao Jailson, e empatou.

Aos 48, Mayke achou Moisés sozinho na área, que chutou para uma boa defesa do goleiro.

O Verdão fez por merecer o empate. No 2o gol do Ceará não havia sobra. Era 1 contra 1. Displicência total nos 2 gols sofridos.

Números finais do Verdão:

59% de posse de bola

8 finalizações (5 certas, 3 erradas)

449 passes (412 certos, 37 errados) 92%

14 cruzamentos (2 certos, 12 errados)

15 desarmes (12 certos, 3 errados)

40 lançamentos (19 certos, 21 errados)

Verdão caiu para a 5a colocação.

STF inova? Ou ESTANCA A SANGRIA?

Ao decidir por 3 votos a 2 em tirar trechos da Delação da Odebrecht o STF inovou?

Desde quando prova válida pode ser retirada de um juiz?

Ou essa mesma prova válida pode ser retirada de um processo sem o pedido do próprio juiz da causa?

Mendes, Lewandowski e Toffoli inovaram, e substituíram a atribuição do juiz Sérgio Moro?

 

Enquanto Lewandowski e Toffoli tentam ajeitar as coisas para o PT, Mendes manipula os interesses do 2, e de outros integrantes da Corte, para preservar PSDB e PMDB.

Ignorância é doença?

Ignorância é doença?

Um conhecido, advogado, que encontrei outro dia na rua disse:

“Você viu a senadora Gleisi Hoffmann convocando o Estado Islâmico para tirar o Lula da cadeia?”.

Não sei se é ignorante.

Não sei se é mentiroso contumaz.

Para com isso! A entrevista para a TV Al Jazeera teve o mesmo sentido de todas as declarações anteriores da presidente do PT. Vitimização e preso político.

Temeridade – chegou nos amigos

Véspera de feriado, e o Coronel Lima e José Yunes, amigos do presidente EX-Interino BI-Denunciado Temer, foram presos pela Polícia Federal.

A mala com 500 mil reais já estava presa há muito tempo!

Tudo por causa do Decreto dos Portos.

Será que até o final do dia o ministro da Segurança Pública Raul Jungmann, que também chefia a Polícia Federal, será demitido?

SANGRIA ESTANCADA?

No julgamento do Habeas Corpus do EX-presidente Lula ficou claro que o STF dividido em:

A) Favoráveis;
B) Contrários, mas que não podem liberar centenas ou milhares de presos, que já estão cumprindo provisoriamente suas penas;
C) Contrários apenas para livrar o EX-presidente Lula; e
D) Contrários que querem o EX-presidente Lula preso, mas lutam para salvar emedebistas e tucanos da cadeia.

 

Já havia escrito isso antes, mas me esqueci da QUINTA alternativa.

CONTRÁRIOS que querem livrar Lula, Temer, Aécio & Cia.

SANGRIA ESTANCADA?

 

Lembram-se do que ocorreu na época do impeachment da EX-presidentA Dilma?

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/05/1774018-em-dialogos-gravados-juca-fala-em-pacto-para-deter-avanco-da-lava-jato.shtml

 

RJ na vanguarda – Intervenção Federal

O Estado do RJ sempre está um passo à frente ao menos na história recente do Brasil.
É pioneiro, e nos mostrou a face da Falência da Administração Pública com sucessivos atrasos de pagamento dos salários dos servidores públicos, falhas constantes na prestação de serviços básicos etc.
Mostrou-nos a Falência da Classe Política brasileira com suas dancinhas com guardanapos em Paris, ou com seus EX-governadores presos.
Agora o RJ larga na frente mais uma vez!
Sofrerá Intervenção Federal na Segurança Pública.
Não custa lembrar que há 15 dias aproximadamente o governador Pezão sugeriu que a imprensa estava exagerando, e em 2017, o ministro da Defesa Raul Jungmann disse que a Rocinha estava pacificada, e que tudo era apenas disputa pela liderança no tráfico de drogas.
O RJ está mostrando em primeiríssima mão que a Política de Segurança Pública do Enfrentamento, leia-se “bandido bom é bandido morto”, FRACASSOU!

Foram anos, foram Bilhões de reais gastos, atacando tão somente os efeitos para delírio de muitos que querem no fundo somente a morte dos moradores das favelas ou da periferia.

A Intervenção Federal na Segurança Pública do Estado do RJ, com o Exército, a Marinha e a Aeronáutica nas ruas,  poderá trazer um alívio imediato para o governador Pezão e demais autoridades estaduais, bem como enganar os cariocas mais uma vez. Poderá trazer uma sensação de segurança enganosa por algumas semanas, ou meses, ou até o final de 2018, mas tudo indica que a verdadeira causa da violência no RJ e no resto do Brasil; a profunda desigualdade social, a falta de educação, saúde, lazer e cultura; não será enfrentada com a devida atenção.